Fórum Permanente Pela Paz solidariza-se com a causa dos Educadores em Foz

Spread the love

Fórum faz um chamado à Sociedade para prestar apoio à Educação Iguaçuense através de um debate sobre Educação e Direitos Humanos; debate ocorrerá na Praça pública do Mitre, quarta, 30, a partir das 19h00

O Fórum Permanente pela Paz, espaço democrático de debates, acompanhamento e denúncias de demandas sociais em Foz do Iguaçu torna público a solidariedade com a greve dos professores do Estado, e vem apoiar as manifestações e a exigência pelos direitos dos docentes que se encontram acampados na Praça do Mitre.

A problemática da educação no Paraná e no Brasil torna-se cada vez mais grave, uma vez que o governo do Estado é incapaz de investir nos campos prioritários basilares para uma sociedade justa e igualitária: a educação e seus docentes. Logo, apoiar a causa do magistério, também traz à tona outros debates sociais, como a calamidade das políticas públicas em Foz do Iguaçu, já que devido à falta de educação e instrução a população torna-se acrítica e omissa com os problemas sociais da cidade.

Abrir um espaço para dialogar sobre a Educação com a sociedade, sobre o cenário calamitoso da Saúde Pública e da Violência contra a vida em Foz, é uma evidencia que estes problemas partem de uma agressão estrutural que a população sofre por parte das autoridades da administração municipal e estadual que não garantem o cumprimento da Constituição do país.

Compreende-se que a eleição de representantes públicos omissos quanto à defesa do bem-estar social é um tema que advém da educação. Denúncias dos problemas da saúde de Foz do Iguaçu, indícios de desvio de dinheiro público pela Fundação que administra o Hospital Municipal, são debates que reflete na educação, como também os números da violência que vem alarmando a sociedade.

O Fórum Permanente pela Paz convida para um debate público, nesta quarta-feira dia 30 de abril, na Praça do Mitre, a partir das 19h00. Observamos que há um cenário político propício para refletir os problemas da cidade sob um ponto de vista crítico e construtivo, e assim provocar transformações e potencializar as mobilizações sociais. Desta forma aguardamos a sociedade iguaçuense, movimentos estudantis secundaristas e universitários, representantes de entidades, sindicatos, igrejas, centros comunitários entre outros para debater os problemas sociais de Foz do Iguaçu sobre o pano de fundo da Educação e dos Direitos Humanos.

O Fórum Permanente pela Paz – Contra a Violência, espaço democrático da sociedade civil foi criado no Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu no dia 08 de março de 2014 a partir de um cenário violento que resultou na perda física de uma estudante universitária estrangeira em Foz.  O Fórum atua com ações contínuas de formação em Direitos Humanos que busquem garantir e discutir a manutenção da paz e denunciem a violência. Opera como eixo convergente de instituições e iniciativas sociais para organizar demandas e encaminhar atividades práticas, por meio de uma agenda social permanente.

Debate Educação e Direitos Humanos: Problemas Sociais em Foz do Iguaçu
Local: Praça do Mitre
Data: 30/04/2014
Horário: 19 horas