Encontro de mulheres-ativistas no CDHMP

Spread the love
Encontro de Mulheres-ativistas no CDHMP – 27/05/2016

Por volta das 21 horas do dia 27 de maio, teve início no Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu, um encontro entre mulheres-ativistas de diferentes entidades, com o objetivo de organizar um ato de repúdio a cultura do estupro e em solidariedade às mulheres vítimas de estupro coletivo ocorrido neste final de semana no Rio de Janeiro e no Piauí. Também será repudiado a extinção do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, pelo governo interino do atual presidente em exercício.

Foto: Cristina Blanco

O ATO de REPÚDIO À CULTURA DO ESTUPRO foi marcado para o próximo dia 29, domingo, na feirinha JK, às 09 da manhã. Foi criado um  Evento no facebook com maiores informações. Antes do evento, no dia 28, às 15 horas haverá uma OFICINA DE CARTAZES na sede do CDHMP, para produzir os cartazes e banners.

Cerca de 40 mulheres participaram do encontro que foi articulado conjuntamente pela presidenta do CDHMP, Cristina Blanco, integrantes do Ciranda Feminista, da Marcha das Vadias Foz e Libertinas, Martina Vive e a presidenta do Conselho da Mulher, Paula Padilha.

Campanha pelo retorno do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos