Encontro com representante da República Árabe Saharaui Democrática

Spread the love
Marcos Tenório, Mohamed Zrug, Adnan El Sayed, Paola Fernandes e Cristina Blanco – 05.06.2016

Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu recebeu na manhã deste domingo (05/06), a visita de Mohamed Zrug Larosi, representante da Frente Polisario no Brasil e da República Árabe Saharaui Democrática – RASD (antigo Sahara Espanhol e também conhecido como Sahara Ocidental). Mohamed Zrug apresentou aos convidados a história do país, que alcançou a independência em 27 de fevereiro de 1976. Desde então, o governo da RASD dirige a luta do povo saharaui pela sua autodeterminação. O Reino do Marracos, que ocupa e controla boa parte do território da RASD, ergueu um muro com mais de dois mil quilômetros e que divide de norte a sul o território.

Vigiado por soldados marroquinos, as proximidades do muro estão tomadas por minas terrestres, que provocam a morte entre os saharauís e até mesmo ativistas internacionalistas que periodicamente promovem marchas e manifestações. A RASD é reconhecida internacionalmente por 81 estados. Na América Latina, apenas Brasil, Argentina e Chile ainda não reconheceram a RASD. Também participou do encontro o presidente do Centro Brasileiro de Solidariedade e Luta pela Paz – CEBRAPAZ, Marcos Tenório, Jihad Abu Ali, da Sociedade Árabe Palestina Brasileira de Foz do Iguaçu e Adnan El Sayed, do Centro Cultural Islâmico Ahlul Bayt.

Mohamed Zrug entregou para Cristina Blanco, presidenta do CDHMP, cinco documentários doados para o acervo da entidade. Cristina propôs a realização de cine-debates com os documentários, com o objetivo de divulgar a história e a causa da RASD. Os presentes no encontro também assinaram o livro de condolências pelo falecimento de Mohamed Abdelaziz, em 31 de maio. Abdelaziz era o presidente da RASD. Em nome do CDHMP, Cristina agradeceu a visita de Mohamed Zrug.

Doação de Mohamed Zrug será utilizada para promover cine-debates temáticos no CDHMP.