Ajuda Humanitária ao MST

Spread the love
Reunião extraordinária discutiu a ajuda humanitária ao MST

Reunião extraordinária no Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu, realizada na noite do dia 27/05, de vários ativistas e representantes de entidades para relatar a ajuda humanitária à camponeses sem terra que ocupavam a fazenda Santa Maria, em Santa Terezinha de Itaipu, que sofreram com a ação violenta das forças de segurança responsáveis pela reintegração de posse na madrugada do dia 18 de maio (Confira a Nota de Repúdio do Grupo Tortura Nunca Mais).

CDHMP acompanha o caso desde 23/04 quando foi procurado por integrantes do movimento

Os ativistas que estiveram presentes na reintegração, relataram toda a situação vivida no momento. Ao final da reunião, os presentes encaminharam como propostas para continuar acompanhando o caso, a elaboração e divulgação de um relatório sobre a reintegração e realizar um debate público sobre a situação. O Centro de Direitos Humanos e Memória Popular acompanha o caso desde o dia 23 de abril, quando foi procurado por integrantes da ocupação que denunciavam ameaças de mortes, tendo, inclusive, membros da diretoria e advogados-ativistas participado de audiência realizada no Ministério Público.

Cerca de 30 ativistas de diversas entidades estiveram presentes na reunião. Após a reunião, ocorreu o encontro de mulheres-ativistas com o objetivo de organizarem um ato de repúdio à cultura do estupro (saiba mais).

Reunião Extraordinária no CDHMP 27/05/2016